Banco do Brasil incrementa segurança de clientes com nova tecnologia e aumenta vendas online | Unico

O Banco do Brasil (BB) passa a contar com o Unico IDPay, uma nova tecnologia que autentica o usuário por meio da combinação de biometria facial e titularidade do cartão, eliminando as fraudes e tornando ainda mais seguros os pagamentos online. “O BB vem modernizando suas operações para tornar a vida dos clientes ainda mais simples e segura. Com essa parceria, nossos clientes ganham um reforço na proteção na hora de realizar compras em diversos e-commerces, reduzem a possibilidade de serem vítimas de fraudes eletrônicas e evitam o desgaste de terem compras negadas quando o comércio não consegue, pelos métodos tradicionais, comprovar se quem está fazendo a compra é o real titular do cartão”, explica Keka Ferrari, executiva da Diretoria de Meios de Pagamento do BB. A solução irá beneficiar os mais de 75 milhões de clientes.

A decisão do BB foca ainda na melhoria da experiência para o usuário em um ambiente digital marcado pelo crescimento dos meios de pagamento e pela necessidade de mais confiança nas transações. Mesmo com o Pix, sistema de pagamentos instantâneos, registrando crescimento nos últimos dois anos, o uso de cartões de forma não presencial, seja de crédito, débito ou pré-pago, ainda é parte da rotina dos brasileiros e fechou 2023 com cerca de R$ 830 bilhões transacionados, o que representa um crescimento de 13,2% na comparação com o ano anterior.

Os dados da Abecs, Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços, divulgados em fevereiro mostram ainda que as transações online com cartão de crédito especificamente registraram mais de R$ 799 bilhões transacionados, ou seja, mais de 90% do total transacionado de forma não presencial. A escolha por essa modalidade cresceu 12,8% versus 2022. Esse percentual poderia crescer ainda mais se a fricção no momento de finalizar a compra fosse eliminada, mantendo a segurança.

“Essa é a entrega do Unico IDPay: um funil de aprovação mais rápido, sem abrir mão da proteção para o consumidor e para a empresa. Fazemos isso por meio da identidade digital, autenticando o usuário por biometria facial e validando a titularidade do cartão de crédito junto ao emissor. Já são mais de R$ 2,1 bilhões transacionados, com consumidores mais satisfeitos e zero perda para empresas, o que se traduz ainda em melhor performance”, explica Guilherme Ribenboim, vice-presidente de Vendas e Clientes da Unico, empresa de tecnologia líder em identidade digital no Brasil. Pelo pioneirismo da solução, a Unico acabou de ser reconhecida como a terceira empresa mais inovadora da América Latina pelo ranking global da Fast Company.

Os consumidores também estão mais conscientes das decisões de compra e, cada vez mais, escolhem o e-commerce que não só oferece preço atrativo e opções de produtos, mas que também prioriza as diversas expectativas dos consumidores ao longo de sua experiência, tornando-a mais positiva e fortalecendo a confiança no canal. Segundo a ABComm, em 2026, o Brasil chegará a mais de cem milhões de pessoas fazendo compras online. Hoje, o número é de 92 milhões.

Parceria com bancos e maior escala

Lançado em maio do ano passado, o Unico IDPay é resultado do processo de cocriação da Unico com grandes instituições bancárias, como C6, XP e Neon. Um ponto que atraiu a atenção desses players é a forma com que o ecossistema funciona. Havia decisões descentralizadas que podiam levar a compras boas sendo reprovadas, fazendo com que o cliente final colocasse a culpa no banco por uma compra negada. Aqui entra o Unico IDPay.

Para fortalecer o mercado e contribuir para a transformação digital no momento da compra online, o Unico IDPay atua como um conector entre e-commerce e emissores, construindo essa relação de cocriação. Hoje, a solução já está presente em três dos cinco maiores bancos do país e em mais de 16 emissores de cartões de crédito.

Além de ser uma camada mais robusta de segurança para clientes e empresas, o Unico IDPay também soluciona uma outra questão: a má experiência do cliente no modelo atual. Quando o consumidor realiza o pagamento com cartão e tem a operação negada pelo e-commerce, em razão de o sistema não ter conseguido confirmar a titularidade, fica a incerteza sobre onde ocorreu a falha, e a pessoa tende a culpar o banco ou o emissor do cartão pelo problema.

Uma pesquisa feita pela Unico em novembro de 2023 com consumidores que passaram pelo fluxo do Unico IDPay revelou que 27% deles afirmaram já ter tido uma compra online com cartão de crédito negada; desses consumidores, quase 40% afirmaram ter desistido de realizar a compra ou que precisaram usar um cartão de crédito diferente para completar a transação.

Foi o que aconteceu com Valéria Serra, de 43 anos, que adora comprar online roupas para os filhos. Para o aniversário da filha de cinco anos, ela encontrou em cima da hora a fantasia que a menina tanto queria para a festa. Fez o pedido, mas só percebeu que a compra havia sido negada dois dias depois. “Fiquei sem saber o que fazer e sem entender o que tinha acontecido. Foi uma dor de cabeça dupla: conseguir encontrar o produto que queria em outro lugar e entender o motivo que levou à negativa do cartão”, relata.

Para diminuir eventuais impasses e insatisfações – um quinto dos entrevistados pela Unico relata ter desistido da compra –, o Unico IDPay garante a automatização necessária dos processos de verificação para trazer ainda mais segurança e eliminar a análise manual, evitando perdas de tempo e burocracia, e apoiando nas vendas.

“Buscamos soluções que apoiem a recuperação das vendas que, até então, eram perdidas dada a falta de segurança no processo de pagamento usando o cartão de crédito. Ao longo de quase um ano de operação no mercado, o Unico IDPay soma mais de um milhão de transações com um alto ticket médio. Esse foi um grande passo para o setor em relação à experiência e à segurança do consumidor”, afirma Ribenboim.

Para a Unico, a inovação do Unico IDPay e os bons resultados registrados até o momento ajudarão a ampliar os segmentos que podem fazer uso da solução nos próximos meses. “Nós somos aderentes a qualquer necessidade de validação assertiva de transações não presenciais com cartão de crédito. Seja nas compras online, em carteiras digitais ou em links de pagamento. Estamos ampliando nossa rede de parcerias para acelerar a integração com mais players e entregar valor ao nosso cliente”, afirma o VP.

Mais vendas, menos custos

Contar com parceiros é uma forma eficaz de melhorar a performance e a segurança. A Dock, uma das principais empresas de tecnologia para pagamentos e banking na América Latina, é parceira da Unico desde a criação do Unico IDPay.

“Avaliando o contexto das transações, podemos afirmar que, a cada dez compras que seriam negadas, nove foram aprovadas e autenticadas. Quando olhamos isso num tempo tão curto, já conseguimos ver que vendas que não seriam efetivadas, mesmo sendo legítimas, foram efetuadas por conta do Unico IDPay”, relatou Armando da Silva Machado Júnior, diretor de Risco da Dock. Além das compras aprovadas, as empresas reduzem ainda os custos com mesas de análise e ampliam a confiança junto ao consumidor.

Deixe um comentário