Com o pagamento de US$ 55,8 bilhões bloqueado. Qual é o valor de Elon Musk para a Tesla? | Empresas

Mesmo quando comparado a outros CEOs, que recebem rotineiramente cerca de 200 vezes mais do que seus funcionários típicos, o pacote de remuneração de Elon Musk foi de encher os olhos.

Na terça-feira (30), um juiz de Delaware anulou o pacote que a Tesla estabeleceu para Musk em 2018, determinando que o processo foi “falho” e o preço “injusto”. A juíza Kathaleen St. Jude McCormick chamou o pacote de “a maior oportunidade de compensação potencial já observada em mercados públicos por várias ordens de magnitude”.

Então, se Musk não vale o valor máximo de US$ 55,8 bilhões do pacote, quanto ele vale? Essa é uma questão espinhosa sem uma resposta fácil no mundo notoriamente complexo da remuneração de executivos.

A decisão de McCormick tirou Musk do primeiro lugar na lista da Forbes das pessoas mais ricas. Na quarta-feira (31), a revista cortou US$ 25 bilhões de seu patrimônio líquido, reduzindo-o para US$ 185,3 bilhões, colocando-o atrás do magnata da moda e dos cosméticos Bernard Arnault e família.

Há anos, os críticos argumentam que os pacotes de remuneração dos CEOs são exorbitantes. A remuneração média de um CEO de uma empresa do S&P 500 foi avaliada em US$ 14,8 milhões, de acordo com a última pesquisa de remuneração de CEOs da AP para 2022, realizada com a empresa de pesquisa de remuneração de executivos Equilar. O trabalhador típico de uma dessas empresas levaria mais de 185 anos para ganhar o que seu executivo-chefe ganhou em apenas 12 meses.

Em 2018, a Tesla estimou o valor do pacote de remuneração de Musk em US$ 2,28 bilhões, superando o maior pacote anterior de US$ 1,39 bilhão concedido a Steven Schwarzman, da Blackstone, 10 anos antes, de acordo com a Equilar. O valor do pacote de Musk cresceu com o aumento do preço das ações da Tesla. Em comparação, em 2022, o trabalhador médio da Tesla ganhava US$ 34.084.

De acordo com o plano de remuneração de Musk, ele recebeu uma parte das opções de ações cada vez que o valor de mercado da Tesla aumentou em US$ 50 bilhões. Por fim, ele teria a chance de comprar quase 304 milhões de ações por US$ 23,34 cada. A Tesla atingiu cada um dos objetivos de desempenho desde que o pacote foi concedido. Suas ações estão sendo negociadas a cerca de US$ 191, em comparação com US$ 21 no início de 2018.

O juiz determinou que a diretoria da Tesla não era independente de Musk. Seus advogados disseram que o pacote precisava ser rico para dar a Musk um incentivo para não sair – uma linha de raciocínio que o juiz rejeitou.

“Envolvido pela retórica de ‘tudo de bom’, ou talvez com os olhos arregalados pelo apelo de superstar de Musk, o conselho nunca fez a pergunta de US$ 55,8 bilhões: ‘O plano era mesmo necessário para que a Tesla mantivesse Musk e atingisse seus objetivos? escreveu McCormick.

Os fãs de Musk argumentariam que ele não deveria ser pago como os outros CEOs porque ele não é como os outros CEOs. Ele e a Tesla são praticamente inseparáveis, portanto, mantê-lo como CEO é fundamental para o crescimento da empresa. Ele transformou a empresa de uma ideia na montadora mais valiosa do mundo e, no ano passado, vendeu mais veículos elétricos do que qualquer outra empresa. Seu poder de estrela gera publicidade gratuita, de modo que a empresa gasta pouco em publicidade. E ele forçou o restante do setor automobilístico a acelerar os planos de veículos elétricos para combater o crescimento fenomenal da Tesla.

Para descobrir quanto pagar ao CEO, as diretorias corporativas geralmente começam analisando quanto os rivais estão pagando aos seus: Eles precisam pagar o suficiente para atrair e manter os talentos.

A General Motors, por exemplo, considera os salários dos executivos da 3M, Boeing, Ford, IBM e outras grandes empresas, e usa fórmulas complexas para determinar a remuneração do CEO. Para a CEO da GM, Mary Barra, parte disso depende de como o retorno das ações da GM se compara aos seus pares e do progresso que a empresa faz nos veículos elétricos.

Em 2022, Barra recebeu uma remuneração total que a GM avaliou em US$ 29 milhões. Isso incluiu US$ 2,1 milhões em salário. A remuneração do CEO da Ford, Jim Farley, foi avaliada em US$ 22 milhões naquele ano.

Apesar de a Tesla fabricar automóveis, os investidores costumam juntar suas ações às ações das grandes empresas de tecnologia. Essas são as empresas que revolucionam os setores e o modo de vida das pessoas.

Além disso, Musk está intimamente identificado com a Tesla da mesma forma que Mark Zuckerberg, da Meta Platforms, ou Tim Cook, da Apple, estão com suas empresas. Os pacotes de remuneração das grandes empresas de tecnologia estão entre os maiores dos EUA.

A remuneração de Cook foi avaliada em US$ 63,2 milhões para 2023, principalmente devido a prêmios em ações avaliados em quase US$ 47 milhões. Um ano antes, ele recebeu uma remuneração total avaliada em cerca de US$ 99 milhões.

No mundo cheio de nuances da remuneração de executivos, esses números não indicam quanto um CEO realmente leva para casa, são apenas uma estimativa do valor do pacote de remuneração. O valor final pode exceder ou ficar muito abaixo desses números porque está vinculado a ações.

Especialistas em direito societário afirmam que qualquer novo pacote de remuneração para Musk provavelmente será contestado no tribunal, a menos que o conselho da Tesla se demita em massa ou siga um processo meticuloso para proteger os acionistas, aprovando um pacote substancialmente menor.

“Isso é uma bagunça para eles”, disse Charles Elson, professor aposentado de direito corporativo e fundador do centro de governança corporativa da Universidade de Delaware. “Eles se curvaram a essa aparente superestrela com resultados ruins.”

Elson, que acompanha o tribunal há mais de três décadas, disse que essa é a primeira vez que ele se lembra de um juiz invalidando um plano de remuneração de executivos em uma empresa pública.

Os advogados de Musk e dos diretores argumentaram que o plano foi negociado de forma justa por um comitê de remuneração cujos membros eram independentes e que foi aprovado por voto dos acionistas.

Os acionistas que aprovaram o acordo de Musk, disse Elson, não sabiam que Musk estava essencialmente negociando consigo mesmo. “Se os acionistas estivessem cientes disso, eles poderiam muito bem não ter aprovado o acordo.”

Deixe um comentário