Agenda do dia: IBGE divulga IPCA-15 de fevereiro; boletim Focus | Finanças

O IPCA-15 de fevereiro, que o IBGE divulga às 9h, é o item mais aguardado da agenda do dia. O indicador pode influenciar a postura do Banco Central e as apostas do mercado para a taxa Selic ao fim doatual ciclo de cortes. Confira abaixo outros destaques da agenda desta terça-feira:

FGV anuncia Sondagem da Indústria de Transformação de fevereiro – O Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV) anuncia, às 8h, a Sondagem Conjuntural da Indústria de Transformação de fevereiro. O Índice de Confiança da Indústria (ICI) do FGV IBRE subiu 1,8 ponto em janeiro, para 97,4 pontos. Em médias móveis trimestrais, o índice avançou 2,2 pontos, para 95,4 pontos. Em janeiro, houve alta da confiança em 15 dos 19 segmentos industriais pesquisados pela Sondagem. O Índice Situação Atual (ISA) subiu 2,8 pontos, para 97,8 pontos. O Índice de Expectativas (IE) avançou 0,8 pontos, para 97,0 pontos. O Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria (Nuci) manteve relativa estabilidade ao variar -0,1 ponto percentual em janeiro, para 81,0%.

BC comunica boletim Focus da semana – O Banco Central (BC) comunica, às 8h25, o Boletim Focus da semana encerrada em 23 de fevereiro. A mediana das projeções dos economistas do mercado para a inflação oficial brasileira neste ano caiu de 3,82% para 3,81%. Para 2025, a mediana das expectativas para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu de 3,51% para 3,52%. Para 2026, permaneceu em 3,50%. Para a taxa básica de juros (Selic), as medianas das estimativas permaneceram em 9,00% no fim de 2024 e 8,50% nos encerramentos de 2025 e de 2026. A mediana das projeções do mercado para o crescimento da economia brasileira em 2024 subiu de 1,60% para 1,68%. Para 2025 e 2026, as medianas das expectativas para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) mantiveram-se em 2,00%. A mediana das estimativas para o dólar no fim de 2024 foi elevada de R$ 4,92 para R$ 4,93, segundo o Focus. Para 2025, a mediana das estimativas para a moeda americana ficou parada em R$ 5,00 entre uma semana e outra. Para 2026, permaneceu em R$ 5,04.

IBGE publica IPCA-15 de fevereiro – O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publica, às 9h, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) de fevereiro. A prévia do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15) de fevereiro deve indicar inflação de 0,81%, segundo mediana de 29 estimativas de instituições financeiras e consultorias coletadas pelo Valor Data. A mediana indica expectativa de aceleração da inflação em relação ao IPCA-15 de janeiro, que ficou em 0,31%. A estimativas coletadas para o IPCA-15 de fevereiro foram de 0,56% a 0,9%, sempre em variações positivas. Para o acumulado de doze meses até fevereiro, a mediana das projeções indica IPCA-15 de 4,52%, com estimativas de 4,26% a 4,61%.

CNI anuncia confiança do empresário por setor de fevereiro – A Confederação Nacional da Indústria (CNI) anuncia, às 10h, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei) – Resultados Setoriais – de fevereiro. Em janeiro de 2024, a confiança avançou em 22 de 29 setores e caiu nos sete restantes. Com o avanço, cinco setores da indústria migraram da falta de confiança para a confiança: Máquinas e equipamentos, Metalurgia, Máquinas e materiais elétricos, Calçados e suas partes e Móveis. Apenas um setor fez a transição contrária, da confiança para a falta de confiança: Biocombustíveis. Dessa forma, 23 de 29 setores da indústria iniciaram 2024 confiantes.

CNC comunica confiança do empresário do comércio de fevereiro – A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) comunica, às 10h, o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) de fevereiro. O Icec atingiu 109,1 pontos em janeiro, com uma alta de 0,8% em relação ao mês anterior. O destaque desse período foi o crescimento de 4,5% na confiança dos empresários em relação às condições atuais do setor, na comparação com dezembro do ano passado. As expectativas dos empresários também registraram incremento, com o indicador geral apresentando um aumento de 0,3%. As intenções de investimento, no entanto, tiveram uma leve queda de 0,1%, refletindo a cautela dos consumidores para os próximos meses.

Tesouro realiza leilão tradicional de LFT e NTN-B – A Secretaria do Tesouro Nacional faz às 11h leilão tradicional de Letras Financeiras do Tesouro (LFT) e Notas do Tesouro Nacional Série B (NTN-B). As LFT vencem em 1º de março de 2027 e 1º de março de 2030. As NTN-B, em 15 de maio de 2027, 15 de agosto de 2032 e 15 de maio de 2045. A liquidação financeira dos papeis ocorrerá na quarta-feira.

S&P apresenta índice Case-Shiller de dezembro – A Standard & Poor’s apresenta, às 11h (de Brasília), o índice S&P/Case-Shiller de preços de residências dos EUA referente a dezembro de 2023. A leitura anterior foi de alta de 5,4% na base anual. Expectativa de +6%. Em bases mensais, houve baixa de 0,2% e a expectativa é de -0,1%.

Vice de Supervisão do Fed participa de evento – O vice-presidente de Supervisão do Federal Reserve, Michael S. Barr, participa de evento às 11h05 (de Brasília).

Conference Board revela confiança do consumidor de fevereiro – O Conference Board revela, às 12h (de Brasília), o índice de confiança do consumidor dos EUA de fevereiro. A leitura anterior foi de 114,8 e a expectativa é de 115.

Tesouro dos EUA realiza leilão de T-notes de 7 anos – O Departamento do Tesouro dos EUA realiza leilão de T-notes de 7 anos. Às 15h (de Brasília), saem os resultados.

Lula concede entrevista e despacha com ministros – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva concede entrevista às 9h30. Às 11h, despacha com o ministro da Casa Civil, Rui Costa; às 15h com o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, e, às 16h, com o ministro da Educação, Camilo Santana.

Senado debate isenção do IPVA a veículos com mais de 20 anos – O Plenário do Senado reúne-se às 14h e realiza a primeira discussão sobre proposta de emenda à Constituição – PEC 72/2023 – que concede imunidade do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) a veículos terrestres de passageiros com mais de 20 anos de fabricação. Os senadores também devem analisar o projeto de lei (PL) 2.812/2023, que dá nova oportunidade para que o réu cumpra ordens impostas pelo juiz antes de ser obrigado a indenizar o autor de ação civil. Também está na pauta a análise do PL 5.826/2019, da Câmara, que amplia o âmbito da Política Nacional da Agricultura Familiar e Empreendimentos Familiares Rurais. A Medida Provisória (MP) 1.188/2023, que liberou R$ 360,9 milhões para mitigar os efeitos de um ciclone extratropical que atingiu o Rio Grande do Sul em setembro do ano passado, também deve ser analisada pelos senadores.

Comissões do Senado debatem hidrogênio sustentável – As comissões de Meio Ambiente e de Infraestrutura do Senado realiza, às 9h, audiência pública sobre economia de hidrogênio sustentável como fonte renovável de energia no país, de sua utilização na indústria e a sua contribuição para a redução da emissão de gases de efeito estufa. Presença de Thiago Vasconcellos Barral, secretário nacional de Transição Energética e Planejamento do Ministério de Minas e Energia.

CPI da Braskem do Senado apresenta plano de trabalho – A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Braskem do Senado reúne-se às 10h para apresentação do plano de trabalho.

Comissão do Senado debate sistema penitenciário – A Comissão de Segurança Pública do Senado realiza, às 11h, audiência para debater a realidade atual do sistema penitenciário federal brasileiro, com vistas a esclarecer a respeito de dados, políticas aplicadas, inteligência e fragilidades que envolvam tal situação, em especial quanto à recente fuga do presídio de segurança máxima em Mossoró (RN), ocorrida no dia 14 de fevereiro deste ano. Foi convidado André de Albuquerque Garcia, secretário nacional de Políticas Penais do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Comissão da Câmara sobre PEC da imunidade tributária discute parecer – A Comissão Especial da Câmara sobre a PEC 005/23, sobre imunidade tributária, reúne-se às 11h e aprecia parecer do deputado Fernando Máximo (União). A PEC amplia a imunidade tributária das igrejas para os impostos pagos pelos serviços contratados por elas.

Haddad participa de reuniões com Janet Yellen, NDB e Brics – O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, participa, por meio virtual, de reunião com a secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, sobre “G20 e Cooperação Bilateral”. Às 16h, participa, também virtualmente, de reunião dos governadores do Novo Banco de Desenvolvimento (NDB). Às 17h45, participa, por meio virtual de reunião ministerial do Brics.

Campos Neto reúne-se com FMI e BID em São Paulo – O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, tem reuniões com representantes do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) em São Paulo. Às 14h15, Campos Neto se encontra com representantes do FMI, inclusive com a diretora-gerente, Kristalina Georgieva, e o diretor executivo para o Brasil, Afonso Bevilaqua. Às 14h40, a reunião é apenas com Georgieva e Ilan Goldfajn, presidente do BID. Depois, às 15h, representantes de bancos se unem ao encontro, como Silvia Coutinho, do UBS; Marcelo Noronha, do Bradesco; Milton Filho, do Itaú, e Cristina Junqueira, do Nubank. João Manoel Pinho de Mello, ex-diretor do BC e atualmente na FGV EESP, também participa. Após esses compromissos, Campos Neto ainda tem uma reunião com Vladimir Chistiukhin, first deputy governor of the Bank of Russia, para tratar de assuntos institucionais. O diretor Paulo Picchetti (Assuntos Internacionais e de Gestão de Riscos Corporativos) também participa desta agenda. Campos Neto e o diretor Picchetti ainda participam do First Brics Finance Ministers and Central Bank Governors Meeting às 17h45.

O diretor de Assuntos Internacionais e de Gestão de Riscos Corporativos do Banco Central, Paulo Picchetti, tem reunião, às 8h30, com Liu MingZhi, chief representative of People’s Bank of China representative office for the Americas, e participa, às 9h, do 2nd G20 Finance and Central Bank Deputies Meeting. O diretor Ailton de Aquino Santos (Fiscalização) tem reunião com representantes do Nubank, entre eles o CFO, Guilherme Lago; a CEO Brasil, Lívia Chaves; o diretor de relações institucionais, Eduardo Lopes, e o head de assuntos regulatórios, Pedro Alves de Lima. O diretor Otávio Damaso (Regulação) tem reunião com Estanislau Mendes Llobatera Bassols, presidente da Cielo. Também participam outros representantes da empresa, como Louangela Bianchini da Costa Colquhoun, vice-presidente executiva jurídica e de relações governamentais; Cinthia Martins da Costa, superintendente executiva regulatório e de relações governamentais, e Paulo de Tarso Cordeiro Pinotti, consultor. O encontro está marcado para as 14h30. O diretor Diogo Abry Guillen (Política Econômica) tem reunião às 12h com o presidente da Olimpíada Brasileira de Economia, Raphael Zimmermann, para tratar de assuntos institucionais. Já a diretora Carolina de Assis Barros (Relacionamento, Cidadania e Supervisão de Conduta) participa de reunião às 16h30 na Procuradoria-Geral da República (PGR), com o subprocurador-geral Alexandre Camanho de Assis e Letícia Carapeto Benrdt, procuradora da República. Rodrigo Alves Teixeira (Administração) se reúne com representantes dos servidores do BC: Fábio Faiad Bottini, presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal); Natacha Gadelha Rocha, presidente da Associação Nacional dos Analistas do Banco Central do Brasil (ANBCB), e Diego Rodrigues Aredes, presidente do Sindicato Nacional dos Técnicos do Banco Central do Brasil (SinTBacen). O encontro será às 16h.

Mercadante tem reuniões e despachos internos – O presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, estará no Rio de Janeiro e terá agenda de reuniões e despachos internos.

 — Foto: Maria Isabel Oliveira/Agência O Globo
— Foto: Maria Isabel Oliveira/Agência O Globo

Deixe um comentário