Crise climática: líderes empresariais debatem medidas urgentes em evento | Aya Earth Partners

O AYA Hub, sede da AYA Earth Partners, recebe mais de mil líderes empresariais durante o Fórum Ambição 2030, entre hoje e amanhã, para debater a transição para uma economia de baixo carbono no Brasil e no mundo. Nesses dois dias, os desafios da economia verde estarão no centro do debate corporativo durante um dos principais eventos climáticos voltados para o empresariado brasileiro.

Correalizado pela AYA Earth Partners e pelo Pacto Global da ONU, o evento busca conscientizar o setor privado sobre a urgência das mudanças climáticas, sem perder de vista o crescimento econômico-social e inclusivo. No encontro, estarão em pauta os desafios globais urgentes, como mudanças climáticas, desigualdade e pobreza.

“Ainda é necessário ampliar a compreensão entre líderes empresariais em relação à questão climática nos negócios, incluindo a necessidade de clareza sobre o impacto das empresas na descarbonização e o papel que devem desempenhar no Brasil e no mundo”, afirma a cofundadora da AYA Earth Partners Patricia Ellen. Para a especialista, muitos líderes desconhecem, por exemplo, mecanismos de financiamento verde ou sustentável, como financiamento misto e títulos verdes, e como acessá-los no Brasil.

“Divulgamos um estudo sobre finanças sustentáveis, no ano passado, bastante elucidativo: apenas 4% dos líderes empresariais respondentes indicaram ter estudado utilizar os mecanismos de compensação voluntária de emissão de carbono. Muitos, erroneamente, assumem que os benefícios não compensam os custos”, esclarece. O relatório “Caminhos para o Plano de Transformação Ecológica do Brasil”, divulgado pelo Instituto AYA, durante a COP 28 e que contou com a participação de mais de 200 organizações, aponta que a agenda verde poderia estar agregando de US$ 230 bilhões a R$ 430 bilhões ao PIB por ano até 2030.

“Isso significa mais inclusão produtiva, com a criação de até dez milhões de novos empregos, o que seria aproximadamente 10% da atual força de trabalho do Brasil”, afirma.

O Fórum Ambição 2030 tem o potencial de acelerar o cumprimento dos ODS dentro das empresas, ao trazer para as lideranças do setor privado soluções inovadoras que gerem impacto efetivo em suas propostas internas de ESG.

“Esse termo já quase não dá conta do entendimento que temos sobre esse mercado. É preciso entender que as empresas brasileiras só têm a ganhar cumprindo os ODS e, quanto mais cedo elas iniciarem seus processos de descarbonização, mais cedo elas transformarão custo em rentabilidade. O Brasil é a única grande nação que pode ser carbono zero até 2030, contribuir para redução de missões no mundo e gerar um modelo de desenvolvimento econômico com impacto positivo para a natureza e as pessoas”, alerta Patricia.

O Fórum Ambição 2030 só cresce desde que teve sua primeira edição, há três anos. O número de empresas aderentes ao evento aumentou aproximadamente 50% desde o ano passado, os compromissos assumidos pelas empresas aderentes aos “Movimentos da estratégia 2030” — iniciativas digitais para endereçar as principais questões ambientais, sociais e corporativas — cresceram quase 80%. A própria AYA Earth Partners, o primeiro e maior ecossistema dedicado a acelerar a economia regenerativa e carbono zero do Brasil, mais que triplicou a quantidade de membros desde que foi fundada, em março de 2023. Isso tudo num ano que reúne as principais lideranças mundiais no Brasil.

Patricia Ellen, cofundadora da AYA Earth Partners — Foto: Divulgação
Patricia Ellen, cofundadora da AYA Earth Partners — Foto: Divulgação

Conra a programação exclusiva da AYA Earth Partners durante o Fórum Ambição 2030:

SALA DINÂMICA AYA EARTH PARTNERS | 3 de abril

► 14h35 | Economia Circular e Inclusão Produtiva

► 15h20 | Alimentos e Uso do Solo: Explorando Inovações para um Sistema Alimentar Sustentável, equitativo e Nutritivo

► 16h15 | Mobilidade, Adaptação e Resiliência Climática

► 17h | Cidades Regenerativas

Deixe um comentário